sexta-feira, 1 de abril de 2011

Brown Ale: Alguns aspectos relevantes



Olá pessoal!

Como todo cervejeiro caseiro, gosto muito de ousar e experimentar novas técnicas, novos insumos e outros métodos que possam, ao meu ver, melhorar a qualidade da cerveja que produzo em casa. Isso passou a ser uma constante na vida de muitos homebrewers, já que a busca pela perfeição, dentro de nossas limitações técnicas evidentemente, é algo condicionado em nosso “inconsciente cervejístico”.

De um tempo para cá, observei muitos cervejeiros montando suas receitas de Brown Ale e fazendo grandes cervejas. Porém, ao mesmo tempo, percebi que elas são completamente diferentes uma das outras, beirando a falta de semelhança total entre elas. Principal motivo: as características obtidas após a fermentação e evase, muitas vezes não batem com as verdadeiras características do estilo escolhido. Já oportunidade de degustar ótimas American Brown Ales – constava no rótulo -, mas completamente diferentes umas da outra.

Em função disso, resolvi escrever esse artigo, onde abordo algumas das principais caracteristicas de 3 segmentos de Brown Ale, das quais as características foram as mais evidenciadas nas amostras caseiras que pude provar. Será que nenhuma dessas características se resume as das Brown Ales que você produz?



American Brown Ale

Derivadas das irmãs inglesas, são cervejas com bastante sabor e forte presença de lúpulos americanos, lhe competindo muita citricidade. São muito habituais em pequenas explorações, como as produções caseiras. São similares às American Pale e American Amber Ales, diferindo destas por terem uma presença mais forte de caramelo e algo de chocolate, que servem para equilibrar o lúpulo e o final amargo. A cor varia entre um castanho avermelhado a castanho escuro e a espuma em estado de creme que possui duração moderada. Possui menos/mesmo álcool que uma Porter e tem, em geral, um sabor complexo e bem balanceado. Acompanha bem sobremesas, carnes e queijos.

Exemplos comerciais: Bell’s Best Brown, Smuttynose Old, Brown Dog Ale, Big Sky Moose Drool Brown Ale, North Coast Acme Brown, Brooklyn Brown Ale, Lost Coast Downtown, Brown, Left Hand Deep Cover Brown Ale

Estatísticas vitais segundo o BJCP:
OG: 1.045 – 1.060
IBUs: 20 – 40
FG: 1.010 – 1.016
SRM: 18 – 35
ABV: 4.3 – 6.2%

Northern English Brown Ale

As ales castanhas inglesas estão divididas em dois sub-estilos que se agrupam de acordo com considerações geográficas. Mais secas e com mais lúpulo do que as suas congéneres do sul, diferenciam-se também por terem um sabor mais a frutos secos e menos a caramelo. Têm cor âmbar escura a castanho avermelhada, espuma pequena e pouco duradoura e sabor doce a malte e biscoitos.

Exemplos comerciais: Newcastle Brown Ale, Goose Island Hex Nut Brown Ale, Samuel Smiths Nut Brown Ale.

Estatísticas vitais segundo o BJCP:
OG: 1.040 – 1.052
IBUs: 18 – 35
FG: 1.008 – 1.014
SRM: 20 – 30
ABV: 4 – 5.4%

Southern English Brown Ale

As Southern English ou "London-Style" são mais escuras e doces que as variantes do norte. Trata-se de um estilo quase em vias de extinção e que muitas vezes é confundido ou englobado em outros tipos de cerveja. O sabor é bastante complexo, característica dada pela forte presença de malte e de frutos, isto apesar do volume alcoólico ser relativamente baixo: entre 2,8 e 4,2% ABV.

Exemplos comerciais: Mann's Original Brown Ale; Dark Star Over the Moon; Wychwood Hobgoblin

Estatísticas vitais segundo o BJCP:
OG: 1.033 – 1.042
IBUs: 12 – 20
FG: 1.011 – 1.014
SRM: 19 – 35
ABV: 2.8 – 4.1%

Comentem, opinem, deixem suas dicas! É sempre bom contar com o retorno de vocês!
Um grande abraço.