domingo, 27 de junho de 2010

Sorocabana Tropeira - Engarrafada



Finalmente, depois de esperar muito, a Tropeira foi para a garrafa. Com a ajuda do Christian - www.crying-dog.blogspot.com - hoje foi o dia de por a cervejinha para descansar no priming e gerar o nosso brother CO².

Como eu comentei no post anterior, essa cerveja foi feita para fazer parte do Festival de Inverno da Acerva Paulista, e quem quiser provar, pode garantir seu convite e provar, além de outras delícias trazidas por diversos cervejeiros do estado de São Paulo.

Daqui duas semanas o pessoal das Missas aqui de Sorocaba já poderá degustar a Tropeira. Vamos cruzar os dedos para que tudo dê certo até lá!

Grande abraço a todos.

sábado, 26 de junho de 2010

Sorocabana Tropeira - American Brown Ale



Olá pessoal.

Amanhã, 27/06, é dia de engarrafar a cerveja para o Festival de Inverno da Acerva Paulista, que será realizado na Cervejaria Bamberg, em uma notável parceria.

Bom, estou muito feliz em colocar essa foto aqui, pois eu estava muito descrente dessa cerveja. Muitas coisas aconteceram durante o processo que me preocuparam um pouco, mas tudo foi contornado. Hoje eu tirei uma amostra do maturador e o resultado foi esse. Uma cerveja muito limpa, com grande presença de malte, caramelo e lúpulo, esse último que conferiu a ela uma citricidade característica das cervejas americanas.

Não vou falar muito sobre ela ainda, pois só depois da carbonatação é que terei uma exata ideia do que tenho em mãos. O que posso dizer é que foi uma brassagem de 40 litros, onde dividi a fermentação em dois fermentadores diferentes, usando acondicionamento e técnicas diferentes durante a fermentação e maturação. Ambas fermentaram a 19°C durante 10 dias, e depois disso, um dos fermentadores foi para a geladeira, com dry hopping de 40g de Cascade. O outro permaneceu fora fermentando por 14 dias (sim, saia bolhas ainda) e maturando por mais 15. Retirando amostras dos dois maturadores, percebi o poder dessas simples modificações. O simples acondicionamento em temperaturas diferentes conferiu propriedades distintas a cada cerveja. Realmente fiquei muito surpreso, pois sabia que as diferenças ocorriam, mas essas foram muito evidentes.

Futuramente colocarei os pareceres finais sobre ela aqui, mas se você estiver curioso para saber como ela ficou, garanta seu convite pelo SITE e vá ao festival pois ela estará lá para degustação.

Vale lembrar que quem participar das missas cervejeiras aqui em Sorocaba antes do evento, conseguirá provar antes de todos.

Espero que ela agrade os apreciadores.

Grande abraço.

sexta-feira, 11 de junho de 2010